Viés negativo: por que é fácil focar no lado ruim da vida?
Viés negativo: por que é tão fácil reclamar e focar no lado ruim da vida?

Viés negativo: por que é fácil focar no lado ruim da vida?

Imagine que você faça uma apresentação no trabalho e todos em sua equipe precisam te dar o famoso feedback. Primeiramente, se cinco dessas pessoas elogiam o seu trabalho, mas apenas uma crítica, de qual você lembrará mais tarde? Qual deles poderia mantê-lo acordado à noite ruminando sobre isso? E isso não acontece só no trabalho: no geral, somos mais atraídos pelo viés negativo

Você sabe por que as nossas mentes têm a tendência a se apegar à informação negativa? Por causa do viés negativo, um comportamento absolutamente normal. Ao passo em que evoluímos nos últimos 150.000 ou 200.000 anos, era vital aprender com as experiências negativas para que pudéssemos sobreviver e evitar perigos.

Nós herdamos este sistema dos nossos antepassados. Nossa mente registra as experiências negativas muito rapidamente e seu registro na memória é muito mais forte do que as positivas. Desse modo, elas serviam como base para criarmos cenários mentais e evitar possíveis ameaças futuras. 

Registro das experiências positivas

Por outro lado, as experiências positivas não se registram em nossa mente da mesma maneira. De fato, elas precisam ser mantidas na consciência por algum tempo antes de serem guardadas na memória. Ao mesmo tempo que hoje em dia, o mundo é bem diferente do que era há milhares de anos e temos menos ameaças à nossa sobrevivência, o nosso cérebro continua registrando as informações da mesma maneira. 

E qual o problema disso? Assim sendo, a longo prazo, nós podemos desenvolver uma tendência a sermos mais pessimistas, estressados e negativos. Bem como podemos nos tornar sensíveis demais aos transtornos e ressentimentos. Ainda mais, isso pode derrubar nossa confiança e realmente obscurecer a capacidade de ver a realidade como ela é. 

É como se estivéssemos usando óculos com lentes vermelhas. Antes de mais nada, independente do que estivesse à frente, nós veríamos tudo na cor vermelha. Da mesma forma funciona a nossa mente.

Criar consciência sobre o viés negativo na prática

Mas como podemos criar consciência desse viés negativo em nossa mente e não sermos tão afetados por ele? Com o tempo, alguma disciplina e prática, você pode mudar isso. Assim, é possível até conseguir treinar a mente para ver a realidade de maneira mais equilibrada e positiva. Confira um processo rápido para ser usado no seu dia a dia:

1 – Procure de forma consciente por experiências positivas durante o seu dia. Para que isso vire algo automático, primeiramente você pode até colocar um alarme no telefone para te lembrar. Em suma, pode ser qualquer tipo de experiência, inclusive as simples: tomar um chá, apreciar um intervalo no trabalho, o cafezinho da tarde com algum amigo ou amiga.

2 – Ao perceber uma boa experiência, fique com ela por pelo menos 5 segundos na cabeça. Assim sendo, irá notar todas as sensações físicas, sentimentos e emoções que essa experiência te traz no momento presente. Tente esmiuçar todos os detalhes da experiência.

3 – Aprofunde-se, absorva toda essa experiência. Isto é, defina de forma deliberada a intenção de vivenciar profundamente o que você está sentindo. Nesse sentido, sinta-se parte da experiência e leve-a com você na memória.

Essa técnica pode ser usada para ajudar você a realmente apreciar e aproveitar os momentos positivos da sua vida. Sem dúvida, quanto mais aceitamos o bem, mais podemos ver e experimentar a vida de uma maneira mais equilibrada.

Assuma o comando da sua vida

O importante é que não estamos deixando de lado as experiências negativas, mas sim assumindo o comando de como as percebemos, de modo que possamos começar a ter mais consciência e escolha de como os pensamentos nos afetarão.

Antes de qualquer coisa, pare e se pergunte: o que a sua vida tem de bom que você não anda prestando atenção? 

Quer saber estar mais consciente e usar técnicas de MINDFULNESS para o seu dia a dia?

CLIQUE AQUI PARA CONHECER O CURSO MINDFULNESS E CONSCIÊNCIA APLICADOS

Autor: Charles Betito, fundador da Mind Station, uma plataforma de conteúdos baseada em mindfulness e consciência aplicada.

Deixe uma resposta